Félix do Carmo

Investigador

Desde 1992, ano em que se licenciou na Faculdade de Letras do Porto, Félix do Carmo desempenhou vários papéis no mundo da tradução: foi tradutor, revisor, empresário, formador, professor universitário, orador em conferências nacionais e internacionais e investigador. Sempre viu a tradução como uma área de confluência entre a realidade profissional e a investigação, explorando essa ligação na TIPS, empresa de que é um dos fundadores, e no seu trabalho académico. Fez o mestrado e o doutoramento na mesma faculdade, em 1998 e em 2017, respectivamente. Quando considerava que a sua carreira académica terminava com o doutoramento, decidiu verificar se o seu projecto tinha interesse internacional e candidatou-se a uma bolsa de investigação Marie Skolodowska Curie, ao abrigo do programa EDGE Fellowships. A proposta que apresentou, de nome KAITER (Knowledge-Assisted Interactive Translation, Editing and Revision), foi aprovada e agora está a trabalhar num projecto de dois anos no centro de investigação ADAPT, na Dublin City University. O projecto pretende servir de orientação ao desenvolvimento de ferramentas que utilizem as tecnologias de aprendizagem automática usadas pela tradução automática, não para tentar reproduzir os processos sem intervenção humana, mas para servirem de apoio ao trabalho dos tradutores.

Sessões

28 Junho, 2018
O que fazemos quando fazemos pós-edição
Anfiteatro Nobre
11:15  -  12:30
Pós-edição com diferentes formas de suporte
Sala 206
16:30  -  18:30
29 Junho, 2018
Como será a tradução no futuro?
Anfiteatro Nobre
16:30  -  18:30